2009-04-12

Aprendendo com os erros



Na vida não precisamos acertar sempre,

Mas a cada dia errar menos.

E é necessário que a cada erro,

Aprendamos o máximo possível.

Para que esses erros tornem-se experiências aproveitáveis,

Das quais precisaremos no futuro, para não cometer os mesmo erros.

Mesmo sabendo que muitas dessas experiências machucam,

Nos trazem lembranças que fazem sofrer,

E que preferimos esquecer.

Ainda assim, temos que ter consciência que devemos aproveitá-las

Para a cada dia errarmos menos e acertarmos mais.

Porque a vida é assim, cheia de surpresa

E precisamos aprender a conviver com ela.

Caso contrário, não conseguiremos ser alguém,

E certamente não estamos aqui por acaso,

Sem razão, á toa, sem um objetivo à conquistar.

Estamos em busca de um espaço,

Para deixarmos de ser mais um neste mundo.

Por isso temos obrigação de aprender

A viver e conviver com a realidade.

Tendo consciência de que em nossas mãos

Está o nosso futuro.

Dependendo principalmente do que somos no presente,

O que seremos neste futuro bem próximo.

Precisamos ter em mente algo muito importante:

Que devemos ser sempre nós mesmos,

Respeitando ao nosso próximo como a si próprio.

Quando vermos que isto está acontecendo,

Então sentiremos que nossos erros tornaram-se experiências.

E que isso, é como um sinal de nosso amadurecimento.

Ou seja, que deixamos de ser crianças

E passamos a ser adultos,

Não no físico e sim no mental.
Aprendendo com os erros - Na vida não precisamos acertar sempre,

Mas a cada dia errar menos.

E é necessário que a cada erro,

Aprendamos o máximo possível.

Para que esses erros tornem-se experiências aproveitáveis,

Das quais precisaremos no futuro, para não cometer os mesmo erros.

Mesmo sabendo que muitas dessas experiências machucam,

Nos trazem lembranças que fazem sofrer,

E que preferimos esquecer.

Ainda assim, temos que ter consciência que devemos aproveitá-las

Para a cada dia errarmos menos e acertramos mais.

Porque a vida é assim, cheia de surpresa

E precisamos aprender a conviver com ela.

Caso contrário, não conseguiremos ser alguém,

E certamente não estamos aqui por acaso,

Sem razão, á toa, sem um objetivo à conquistar.

Estamos em busca de um espaço,

Para deixarmos de ser mais um neste mundo.

Por isso temos obrigação de aprender

A viver e conviver com a realidade.

Tendo consciência de que em nossas mãos

Está o nosso futuro.

Dependendo principalmente do que somos no presente,

O que seremos neste futuro bem próximo.

Precisamos ter em mente algo muito importante:

Que devemos ser sempre nós mesmos,

Respeitando ao nosso próximo como a si próprio.

Quando vermos que isto está acontecendo,

Então sentiremos que nossos erros tornaram-se experiências.

E que isso, é como um sinal de nosso amadurecimento.

Ou seja, que deixamos de ser crianças

E passamos a ser adultos,

Não no físico e sim no mental.

Autor Desconhecido

6 comentários:

  1. espero que tenhas tido uma boa páscoa! desejo-t td de bom!!!!

    ResponderEliminar
  2. ola querida!!!

    Pois isso é muito verdade!!!

    beijinhos

    Juh

    ResponderEliminar
  3. Oi Migona,
    Estou voltando mas não completamente convencida!!!
    Seja como for estou a esforçar-me.
    Adorei este texto, estava a precisar de ler algo assim.

    Espero que estejas bem, aos poucos vou ler com calma os blogues.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Eu devo ser uma excepção!! às vezes nem com os erros aprendo!! lol
    Como vão os teus empregos, está tudo a decorrer bem?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Amiga, amei este texto... Até salvei no meu pc... Estava precisando ler algo assim...
    Beijinhos!

    ResponderEliminar

Bem vindos são aqueles que vierem por bem!

Para Rir

Mulher gorda é que nem Ferrari… quando sobe na balança vai de zero a cem em um segundo.